Políticos de Hoje

Pode-se reestilizar uma bandeira, mas não se
reestiliza um ideal de liberdade, de justiça, da
invasão da privacidade e da propriedade.
De ir e vir.
De ampla e irrestrita fraternidade tão escassa
no mundo internacionalizado que vivemos.
Não leram e menos ainda estudaram Ghandi, vi-
ram somente o retrato de Karl Marx, copiosamente
usando por Fidel e também pelo rioplatense que foi
lutar algures, na África. Decepção homérica!
Contrato Social de Rosseau deveria ser a cartilha
para muitos, Salário - Preço e Lucro de Marx a ser
profundamente estudado, assim como o Capital...
obra inconclusa!
Para as dúvidas e lá tem algo de proveito: O Principe,
de Maquiavel.
Érico Veríssimo em "Olhai os Lírios dos Campos".
Almeida Garrett em sua profunda biografia e épicos
poemas.
Libertadores Simon Bolívar, San Martin, grandes homens
da história latino-americana, que usaram suas espadas
para a liberdade, cujas lâminas jamais perderão o brilho
e o fio quando se falar da mais pura liberdade!
Sejamos a gaivota tão bem ensinada por Richard Bach em
Fernão Capelo, que vagarosamente vai aprendendo os
maiores lances para uma perfeita harmonia progressiva
em seus vôos alçados e assim juntos haveremos de crescer
moral e espiritualmente, reforçando elos da corrente fra-
terna numa verdadeira e profunda cadeia de união a circular
pelo nosso País, quiçá estendendo-se na orbe!
----------
"No tempo d ´agora ninguém quer ser governado, porque
todos aspiram e se crêem hábeis para governar".
Mariano da Fonseca.
----------


Comentários

Postagens mais visitadas