Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Teste seu talento

Zucchero @ Pavarotti Va Pensiero - Pavarotti Zucchero Cambodian Tibetan ...

http://www.youtube.com/v/DEKVG_RX7TI?autohide=1&version=3&attribution_tag=NP5wwrdmT1ef-VqPuzTpYQ&feature=share&autoplay=1&autohide=1&showinfo=1

CHAMAMÉ DE LA DÉCADA DEL 50'

Nazis : Los archivos perdidos 2ª GM - Documental con imágenes inéditas d...

Eis aí: anos de pesquisa de um remédio contra o câncer foram jogados no lixo por um bando de idiotas criminosos e truculentos, confirma cientista

Lya Luft: Bandeira preta

Parem as máquinas! Paulo Betti contra o leilão do pré-sal: “Que cena infame e vil… Meu Deus! Meu Deus! Que horror!”

REVOLUÇÃO DE 1964 - A Verdade Sufocada

ARROZ DE CARRETEIRO, do poeta e payador gaúcho JAIME CAETANO BRAUN

Arroz de Carreteiro
Tem muita gente de não sabe ainda como fazer, outros querem aperfeiçoar, exagerando nos temperos alho, cebola, pimentão, salsa, manjericão, e outras coisitas mais. Mas os versos que seguem são o que temos de mais puro costume, em cujo texto  não há carências de interpretação,pois a sabedoria campeira do autor nenhuma lacuna deixou...entonces bom proveito!
Nobre cardápio crioulo das primitivas jornadas, Nascido nas carreteadas do Rio Grande abarbarado, Por certo nisso inspirado,o xiru velho campeiro Te batizou de "carreteiro", meu velho arroz com guisado,
Não tem mistério o  feitio dessa iguaria bagual, É charque, arroz, graxa e sal É água pura em quantidade. Meta fogo de verdade na panela cascurrenta. Alho, cebola pimenta isso conforme a vontade.
Não tem luxo - é tudo simples, para fazer  um carreteiro. Se fica algum marinheiro de vereda vem à tona Bote se houver - manjerona, que dá um gostito melhor Tapeando o amargo do suor que às vezes vem da Carona.

O caminho para a 3ª Guerra Mundial (partilhar esta informação pode salva...