Poema da Hora Amarga - 1

É
preciso ter coragem, homem aflito!
É preciso vencer a desesperação, homem aviltado!
Cresce!
sê ainda maior do que és, homem corroído de angústia!
Para que não sossobres.
Para que te salves.
É preciso até
que ames as feridas dessa tua luta,
homem que desejas a paz!
E embora tua boca se amargue de lágrimas
mantém teu sorriso de exaltação
mesmo que elas tenham o sabor do teu sangue!
Há uma inominável transcedência na tua tragédia,
homem que agora tens os pés mutilados,
e as mãos cegas,
e os olhos em alvo,
e o pensamento aturdido de horror!
Cresce!
porque é preciso que tu continues!
Esta é a tua Hora Amarga.
Mas que importa
si a força da tua sobrevivência
te fará renascer cada dia e cada noite
e nenhum relógio deixará de marcar
o milagre da tua redenção!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MANIFESTO PELA PAZ MUNDIAL - UNESCO

A MAÇONARIA E O PATRONO SÃO JOÃO DA ESCÓCIA

Coronilha