Porque as Pessoas Fogem das Cidades nos fins de Semana?

Cansam de ver a mesma coisa, de ver as mesmas árvores, de ver as mesmas pessoas predando, jogando lixo nas moitas, nos jardins. Ao passear pelas avenidas notadamente a Expedicionário Weber, parece que todos vão para lá,poucos vão ao Parque Municipal de Exposições Karlson.
As pessoas encarregadas pela manutenção não se preocupam com essas questões porque são passantes; cargos públicos sem sinuelos, sem determinação superior fica tudo como dantes no quartel de Abrantes. Poderiam ser plantadas árvores diferentes em cada ponto das ruas e das avenidas, estudar quais as que menos problemas causariam, porque não fazer isso? Lembro que há muitos anos o Rotary plantou alguns Pau-Brasil na Expedicionário Weber, num domingo de manhã; plantamos árvores com ajuda dos moradores na Praça da Planalto, algumas dão sombra hoje mas a maioria foi predada.
No Parque de Exposições, tirando a reserva natural, as árvores estão sendo podadas de forma esdrúxula, sem nenhuma técnica. Não seria o caso de replantar? Retirar plantas contaminadas....
Plátanos, Salso-Chorão, Acácias não as temos mas são adaptáveis e o visual logo seria deslumbrante, acolhedor. Vejam como são lindos os Pau-Brasil na Av.Tuparendi e de vez em quando algum deles é cortado...uma pena isso...
Então as pessoas vão para beira dos rios, sair da cidade, e todas elas se encontram nos mesmos lugares, enchendo os ambientes com os mesmos rostos, os mesmos costumes, elas fogem por isso, querem novidades mas não a encontram. Mas inegável é que boa parcela leva seus filhos às praças para brincarem, andarem de bicicleta, aprenderem novos convívios sociais...Reflitamos caros leitores...observemos, é necessário!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MANIFESTO PELA PAZ MUNDIAL - UNESCO

A MAÇONARIA E O PATRONO SÃO JOÃO DA ESCÓCIA

SÊNECA - Sobre a Brevidade da Vida